Itabuna: índice de infestação do Aedes aegypti em números

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Itabuna informou nesta semana, a queda no índice de infestação predial em 2,5% em relação ao último Levantamento Rápido Amostral do Aedes aegypti (LIRAa) realizado pela Prefeitura em maio deste ano. Na época, foi registrado o percentual de 13,1%, considerado alto pelo Ministério da Saúde (MS). O chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica da SMS, Roberto Góes, acredita que a redução no índice de infestação se deve às ações executadas pelo município.

Roberto lembra que o trabalho conta com a parceria do MS, Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), Núcleo Regional Sul, os meios de comunicação e a própria comunidade que segundo ele, tem se conscientizado da importância do combate às larvas do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, dentro de casa.

O chefe da Vigilância Epidemiológica disse que as ações de controle e combate ao vetor das arboviroses vão continuar sendo intensificadas em toda a cidade, especialmente em áreas onde foram registrados altos índices de infestação no mês de maio, a exemplo do Bairro Sarinha.

Ele diz que a prefeitura tem feito sua parte com ações intensas e diárias dos agentes de Endemias e Comunitários de Saúde, mas que a população pode se tornar um importante colaborador no combate ao mosquito, basta informar à Vigilância Epidemiológica a respeito de imóveis fechados ou abandonados, terrenos baldios ou outras áreas que possam se tornar focos de larvas do mosquito. O contato deve ser feito por meio do telefone 3612-8324.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *