Category Archives: Saúde

48 SEGREDOS das pessoas que nunca adoecem

Alguns povos do mundo se destacam pela longevidade: eles vivem, em média, dez anos a mais do que o restante da humanidade. Conheça agora seus principais hábitos de vida.

1- Beber água mesmo sem ter sede
2- Ir ao dentista regularmente
3- Ingerir mais nozes
4- Temperar com alho
5- Comprar alimentos regionais
6- Comer mais frutas
7- Aprender a planejar – não deixe os compromissos para a última hora
8- Fracionar a dieta – 5 ou 6 pequenas refeições ao dia
9- Aproveitar o contato com a natureza
10- Levantar peso- previne a osteoporose
11- Ser voluntário
12- Celebrar a vida
13- Cultivar sua fé
14- Trocar o café pelo chá-verde
15- Pegar leve com carnes vermelhas

Share Button

Emasa investe na modernização do processo de tratamento de água

Prosseguindo a política de modernização da Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Itabuna, foram adquiridas vinte bombas de dosagem de produtos químicos, como parte da modernização do sistema de dosagem dos produtos necessários para o tratamento da água dos reservatórios das estações de tratamento da Emasa.

Segundo o Diretor Técnico da Empresa, João Bittencourt, este investimento foi feito com recursos próprios, e as bombas já foram instaladas, estando em pleno funcionamento, possibilitando a automatização do processo de dosagem, deixando de ser manual, o que representa, na prática, eficiência, evitando todo e qualquer desperdício e risco de descontrole, resultando na redução da quantidade dos produtos químicos que são utilizados pela Emasa.

Desde janeiro deste ano, a atual diretoria está fazendo investimentos em todas as áreas da empresa, sendo que os resultados, altamente positivos, já estão ocorrendo, ressaltando-se a melhoria das condições de trabalho dos funcionários, além de economia financeira e da melhoria do atendimento das demandas dos usuários dos serviços da Emasa.

Share Button

Saúde anuncia recursos para estímulo precoce e avaliação de crianças com zika

Salvador - A água morna melhora o desconforto dos movimentos das crianças com microcefalia (Sayonara Moreno/Agência Brasil)O Ministério da Saúde anunciou investimento de R$ 26,8 milhões em duas ações para o acompanhamento e o estímulo precoce de bebês com Síndrome Congênita do Zika, cuja malformação mais conhecida é a microcefalia. O anúncio foi feito nesta terça-feira (12), no Recife, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros.
Desse total, R$ 15 milhões serão destinados a equipes de Núcleo de Apoio à Saúde da Família que contam com profissionais de fisioterapia. De acordo com o Ministério da Saúde, das 4.655 unidades existentes no país, 4.143 contam com esse tipo de profissional. Cada equipe receberá R$ 3,6 mil para aquisição de material destinado a estimular bebês a desenvolverem os sentidos e a coordenação motora .

Uma lista com sugestões de material para compra será incluída na portaria publicada, informou a área técnica do ministério. São objetos como colchonetes, bolas, brinquedos e martelo de reflexo, já tratados em protocolos nacionais de atendimento desses bebês. Os municípios terão, porém, liberdade para definir o que devem comprar, baseados também na necessidade de cada criança. As prefeituras receberão os recursos em parcela única por meio do Piso da Atenção Básica (PAB variável).

Os recursos são bem-vindos, disse o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. “A maioria das crianças aqui em Pernambuco já ultrapassa o primeiro ano de vida. e novos desafios são identificados a cada dia”, disse Correia.

Share Button

Centro de Zoonose antecipa vacinação antirrábica em Itabuna

O Centro de Controle de Zoonose já antecipou a vacinação contra raiva canina em Itabuna. O trabalho começou pela área rural onde equipes visitam as propriedades rurais em busca de cães e gatos para a imunização. A vacinação foi iniciada esta semana e até agora já foram imunizados mais de 230 animais domésticos. A Campanha Nacional será realizada no período de 1º de setembro a 16 de outubro.

Neste sábado (2) a equipe visitará os bairros Odilon e Santa Catarina para imunizar animais que vivem naquela área. O veterinário Samir Hage explicou que a antecipação da vacina visa atingir um maior número de animais e chegar à meta de 80% da população animal, ou cerca de 30 mil bichinhos de estimação, conforme determina o Ministério da Saúde.

O veterinário informa ainda, que cães e gatos devem ser vacinados contra a raiva a partir dos cinco meses de idade e lembra que a doença é transmitida por um vírus que se alastra pelo sistema nervoso central de animais domésticos ou selvagens, (cães, gatos, macacos, morcegos) e pode atingir o homem.

“A raiva é transmitida para o homem pela saliva, mordida ou lambedura do animal doente, principalmente se tiver algum tipo de ferida na pele humana”, informou o veterinário. Ele também destaca entre os principais sintomas da doença no animal, a falta de apetite, alterações de comportamento e agressividade.

Share Button

Prêmio Nobel conta como uma pergunta mudou a forma de combater o câncer no mundo

O cientista israelense Aaron Ciechanover chegou ao Brasil com a missão de inspirar novas gerações de cientistas. A visita é parte de um projeto do Prêmio Nobel que leva grandes mentes a centros de pesquisa ao redor do mundo para compartilhar suas histórias. A movimentação dentro e fora do auditório na Universidade de Brasília na manhã de quinta-feira (10), lotado de jovens, deixou evidente o interesse em ouvir a trajetória de um homem que, apostando na própria curiosidade e com muita persistência, fez descobertas científicas que hoje impactam milhões de pessoas. “É uma história longa, de quase 40 anos”, adiantou.

O grande feito de Ciechanover foi detectar um sistema chamado Ubiquitina, responsável por eliminar moléculas de proteínas danificadas ou desnecessárias para o organismo, conhecimento que mais tarde, descobriu-se, está intimamente ligado ao câncer e às doenças degenerativas. A identificação e mapeamento desse sistema que funciona como o “caminhão de lixo do corpo” lhe rendeu o Prêmio Nobel em Química em 2004, ao lado dos colegas Avram Hershko e Irwin Rose.

“Começou com a curiosidade, com uma pergunta, com a identificação de uma pergunta. E só então houve a formação de um sistema experimental que nos permitiu chegar aonde estamos hoje, que não é o fim, mas um novo começo, com o desenvolvimento de medicamentos que já estão sendo usados ao redor do mundo, salvando vidas e melhorando a qualidade de vida de milhões de pessoas”, disse.

Brasília - Aaron Ciechanover, pesquisador israelense, Prêmio Nobel de Química de 2004, faz palestra no auditório da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (UnB) (Antônio Cruz/Agência Brasil)

Ciechanover identificou o mecanismo de eliminação de moléculas de proteínas danificadas ou desnecessárias para o organismo e cuja falha pode levar ao câncer e às doenças degenerativasAntonio Cruz/ Agência Brasil

Daí saiu a primeira lição da palestra, em que muitas dicas foram dadas para futuros cientistas. Ciechanover destacou que foram as descobertas de vários pesquisadores que vieram antes dele que viabilizaram os avanços que ele pôde fazer. O cientista que descobriu que as proteínas eram dinâmicas, por exemplo, mas não viu as implicações disso, tornou possível que outros desdobrassem sua descoberta mais a frente.

A descoberta do sistema Ubiquitina quebrou paradigmas biológicos importantes. “As pessoas presumiram por muitas décadas que nós nascemos com 2, 3 quilos, crescemos até os 17, 18 anos, chegando ao nosso peso final, e então carregamos todas as nossas proteínas a partir desse ponto até a nossa morte.”

Foi com muitas metáforas e simplificações que o palestrante conduziu o público ao universo desses componentes fundamentais à vida, para explicar que são essas moléculas que medeiam todas as funções orgânicas. “A proteína é a língua que a natureza fala”, romantizou. “Como a hemoglobina, que transporta o oxigênio, o trato digestivo, os rins, o pulmão, o cérebro, tudo funciona à base de proteínas. O DNA é importante, mas o jogo é jogado pelas proteínas”.

A pergunta certa

Share Button

Cigarro, álcool e HPV aumentam risco de câncer de cabeça e pescoço

Cigarro

As pessoas que fumam um maço por dia, por 20 anos, têm risco de cinco a dez vezes maior de desenvolver esse tipo de câncer.  Marcelo Camargo/Agência Brasil

A prevenção ao tabaco, a bebidas alcoólicas e ao papilomavírus (HPV) faz parte do alerta do julho verde, mês em que são reforçadas as campanhas contra o câncer de cabeça e pescoço. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que mais de 10 mil pessoas tenham morrido de câncer de laringe e cavidade bucal em 2015, de acordo com o levantamento mais recente.

Os tumores do câncer de cabeça e pescoço manifestam-se em lesões na boca, na faringe, na laringe e na tireoide. Não são classificados nessa modalidade de câncer os tumores no cérebro e nos olhos. Segundo Luiz Paulo Kowalski, diretor do Departamento de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Otorrinolaringologia do Hospital A.C. Camargo, a automedicação e a falta de diagnóstico correto fazem com que de 70% a 80% dos pacientes cheguem ao médico com a doença em estado avançado.

Os sintomas do câncer incluem lesões brancas ou vermelhas, feridas, caroços, incômodo para engolir, rouquidão, dor e desconforto, com duração maior que duas semanas. “São sintomas que se confundem com doenças comuns. No caso da doença comum, em duas semanas os sintomas desaparecem, com ou sem tratamento. O câncer vai se tornando cada vez pior, os sintomas só se agravam. Aí deve despertar a atenção, 15 dias é o ponto chave”, esclarece o médico.

Share Button

Ministério da Saúde amplia atendimento a crianças com cardiopatia congênita

São Paulo - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, lança o Plano Nacional de Assistência a Crianças com Cardiopatia Congênita, na sede do Instituto do Coração (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Meta é ampliar em 70% o atendimento de crianças com cardiopatia congênita no SUS Rovena Rosa/Agência Brasil

O Ministério da Saúde editou hoje (11) portaria para ampliar o atendimento de crianças com cardiopatia congênita no Sistema Único de Saúde (SUS). O Plano Nacional de Assistência à Criança com Cardiopatia Congênita integra ações para o acesso ao diagnóstico, ao tratamento e à reabilitação de crianças com a doença.
A meta inicial é ampliar em 30% o número de cirurgias feitas na rede pública de saúde com investimento de R$ 91,5 milhões já neste ano, o que representa aumento de 75,2% do orçamento anual destinado às cirurgias cardíacas pediátricas, cujo custo estava em torno de R$ 52,2 milhões.
Com isso, serão possíveis mais 49 procedimentos da tabela SUS relacionados a esse tipo de tratamento. Segundo o Ministério, a meta é realizar 3.400 procedimentos hospitalares a mais por ano, passando de 9,2 mil para 12,6 mil neste ano. Com o aumento de 30% do atendimento, o SUS terá capacidade de tratar todas as crianças com cardiopatia congênita que precisam de intervenção no primeiro ano de vida.

Share Button

Inverno traz risco de doenças que podem comprometer a visão, diz oftalmologista

A chegada do inverno exige atenção, porque a época é propícia ao surgimento de doenças que podem comprometer a visão. O alerta é da oftalmologista Renata Rezende, professora de pós-graduação da PUC-Rio. A médica disse que, no inverno, é comum ocorrerem casos de alergia ocular em pacientes que têm condição prévia alérgica e que, nesta época do ano, pioram, diferentemente dos que moram em países da América do Norte, que passam por este problema durante a primavera.

Olho

O inverno aumenta os riscos de doenças oculares, como as alergias e as infecções viraisArquivo/Agência Brasil

Segundo ela, no inverno também é comum o aparecimento de doenças virais que afetam os olhos. Com relação à alergia, a especialista completou que, no Brasil, a doença é em geral desencadeada pelo ácaro, muito presente, por exemplo, no cobertor e agasalhos que estão guardados. “Quando eles têm contato com este tipo de vestuário ou de coberta, desencadeiam as crises alérgicas e o olho normalmente é afetado, nesta época, por conta disso”, advertiu.

Cuidados

Share Button

Porque o fast food é um veneno para o seu corpo

Enquanto a maioria das pessoas estão cientes de que o fast food não é o tipo mais saudável de alimentação, muitas vezes ignoramos esse fato por conta da conveniência, falta de tempo, ou vício.

No entanto, o fast food é muito pior do que a maioria das pessoas têm consciência. Ele é tão ruim que não é apropriado para o consumo humano. Nem animal.

Isso é verdade não apenas por conta dos teores de gordura ou soja, mas também porque os animais que dão origem a esses alimentos estão frequentemente doentes, desnutridos ou cheios de câncer.

Em 2002 o autor do Atlantic HeraldEric Schlosser lançou um livro que nos leva através de um labirinto de decepção, mentiras, fraudes, crueldade humana que se tornou muito comum na indústria da carne hoje, o Fast Food Nation.

O livro se transformou em uma versão em filme de 2006. A indústria de fast food saiu em grande protesto contra o seu livro dizendo que não concordavam com suas conclusões.

Ao mesmo tempo, quando perguntados se o livro havia algum erro ou inconsistência, eles disseram que não encontraram nenhum erro no livro.

Crueldade animal

Share Button

Anvisa pode liberar vacinação em farmácias; entidades criticam proposta

Rio de Janeiro - Primeiro dia da 19 Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe na capital fluminense (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está elaborando regulamentação que trata sobre os requisitos mínimos para o funcionamento dos serviços de vacinação no país. A norma já passou por consulta pública e, se aprovada, permitirá que farmácias apliquem vacinas. Entretanto, entidades médicas temem que a resolução possa precarizar o serviço de vacinação e colocar em risco a população.

Segundo a Anvisa, a permissão para farmácias disporem de vacinas está prevista na Lei nº 13.021/2014, que trata sobre o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas, e, com ela, a regulamentação vigente sobre o controle sanitário para estabelecimentos privados de vacinação, se tornou insuficiente para farmácias e drogarias.

“A fim de diminuir o risco da população brasileira frente ao possível uso e administração inadequados de um medicamento tão peculiar quanto a vacina, principalmente em estabelecimentos que não têm um histórico antigo na prática da vacinação, a Anvisa propõe norma sanitária com requisitos mínimos para a prestação dos serviços de vacinação”, diz a Anvisa, na justificativa da proposta.

Share Button

Curso para profissionais da merenda escolar é realizado em Itabuna

Em parceria com o curso de Nutrição da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), a Secretaria de Educação de Itabuna realizou o primeiro treinamento do ano voltado às merendeiras e profissionais ligados à alimentação escolar. O encontro ocorreu na tarde da última sexta-feira (12) e teve como objetivo apresentar aos profissionais da rede municipal pública de ensino técnicas de higienização para com os alimentos e utensílios utilizados na produção das merendas.

A secretária Anorina Smith Lima que esteve presente no evento comentou sobre importância da participação de todos nesse processo, e ressaltou que as merendeiras também exercem o papel educador, onde o foco do trabalho voltado à higienização é importante para as crianças se beneficiarem e se pautarem com esse exemplo. A nutricionista do setor de alimentação escolar da secretaria de educação, Priscila da Silva Palagati, observa que a visualização na prática de algumas dinâmicas e rotinas serve justamente minimizar os problemas e reduzir as dúvidas das profissionais.

Share Button

Itabuna já imunizou mais de 38 mil contra gripe, mas ainda não atingiu meta

Mais de 38 mil pessoas já foram imunizadas até agora contra a gripe Influenza A (H1N1) em Itabuna. Mas de acordo com a coordenadora da Rede de Frio da Secretaria Municipal de Saúde, Camila Brito, o número ainda não atingiu a meta, que é de 54 mil pessoas ou 90% do público alvo, conforme determina o Ministério da Saúde.

A baixa procura da população de Itabuna pela vacina contra a gripe preocupa as autoridades de saúde, segundo a coordenadora, principalmente com a chegada do inverno, cujas temperaturas frias fazem com que as pessoas fechem portas e janelas para aquecer o ambiente, o que favorece a circulação dos vírus e aumente os casos de gripe, conforme explicou.

Ela reforça o apelo para que as pessoas procurem uma unidade de saúde perto de suas casas para a imunização contra o vírus da Influenza A, lembrando que a vacina é gratuita e continua sendo a melhor forma de se prevenir contra a gripe. “Gripe é uma doença contagiosa e que pode gerar graves consciências, principalmente nos idosos, que são mais suscetíveis à pneumonia”, alerta.

Camila informa que todas as salas de imunização nas 30 unidades de saúde continuam disponibilizando doses da vacina contra a gripe e de outras que fazem parte da rotina diária em Itabuna.  As unidades de saúde funcionam até às 17 horas, à exceção da UBS Moise Hage, no bairro Lomanto, que fica aberta até 18 horas e a UBS Aberto Teixeira Barreto, no Califórnia, que funciona até às 20 horas, de segunda a sexta-feira, segundo a coordenadora.

No caso da vacina contra a gripe, são grupos prioritários crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos, grávidas a partir do 3º mês, mulheres após 45 dias do parto, idosos com mais de 60 anos, portadores de doenças como hipertensão e diabetes e profissionais de saúde.

Share Button

Venda de planos de saúde de 14 operadoras está suspensa a partir de hoje

Plano de Saúde

A partir de hoje ( 9), está suspensa a comercialização de 38 planos de saúde de 14 operadoras, por causa de reclamações, recebidas no primeiro trimestre deste ano, relativas à cobertura assistencial e à demora no atendimento. A medida é resultado do monitoramento feito pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento.

De acordo com a diretora de Normas e Habilitação dos Produtos, Karla Santa Cruz Coelho, 739 mil consumidores estão sendo protegidos com a medida. Para ela, o monitoramento e a proibição da venda dos planos incentivam as operadoras a melhorar o atendimento. “Ao proibir a venda dos planos que estão sendo alvo de reclamações recorrentes sobre cobertura, a ANS obriga as operadoras a qualificar o serviço para atender com eficácia aos usuários. Somente mediante a adequação do atendimento, essas operadoras poderão receber novos clientes”, disse.

No primeiro trimestre, a agência registrou 14.537 reclamações de natureza assistencial, no período de 1º de janeiro a 31de março. “Desse total, 12.360 queixas foram consideradas para análise pelo programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento. Foram excluídas as reclamações de operadoras que estão em portabilidade de carências, liquidação extrajudicial ou em processo de alienação de carteira, cujos planos não podem ser comercializados em razão do processo de saída ordenada da empresa do mercado”, diz a ANS.

Share Button

Recém-nascidos devem fazer Teste do Pezinho até o 5º dia de vida

Resultado de imagem para teste pezinho

Em 2016, mais de 2,3 milhões de recém-nascidos fizeram o Teste do Pezinho em todo o país. Ele é capaz de indicar a existência de doenças genéticas, endocrinológicas e metabólicas que não apresentam evidências clínicas no nascimento. No Dia Nacional do Teste do Pezinho, celebrado hoje (6), o Ministério da Saúde recomenda que o sangue do recém-nascido seja coletado preferencialmente entre o 3º e o 5º dia de vida.

“Essa triagem serve para fazer a detecção precoce de doenças. O ideal é diagnosticá-las na fase pré-sintomática para que se possa fazer o tratamento e minimizar os danos à criança”, disse a pediatra e neonatologista do Departamento Científico de Neonatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, Silvana Salgado Nader.

Ela explica que a rede pública de saúde de cada estado disponibiliza os testes conforme sua prevalência de doença. “É importante que ele seja realmente feito, que as pessoas tenham consciência do exame, assim devem valorizar o serviço, buscar o resultado e apresentar ao médico”, disse Silvana.

Share Button

Agentes de endemias entram em imóveis fechados para tratar focos de dengue

Os agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), acompanhados de policiais militares, visitaram os dois primeiros imóveis fechados para tratar focos de larvas do Aedes aegypti, autorizados pela justiça de Itabuna. A ação na manhã desta segunda-feira (5) ocorreu na Avenida Pedro Jorge e contou com o auxílio de um chaveiro. A secretária de saúde, Lísias São Mateus, e o coordenador de Controle de Endemias, Roberto Góes, também acompanharam o trabalho da equipe.

O alvará de autorização para entrar em casas desabitadas, lotes, áreas cercadas e não habitadas ou em obras inacabadas foi expedido pelo juiz de Direito, Ulisses Maynard Salgado, a pedido da SMS e permite que os agentes continuem o trabalho de controle e combate ao mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika vírus que é realizado rotineiramente em todos os bairros da cidade.

A secretária de Saúde, Lísias São Mateus, informa que a parceria entre a Prefeitura, Ministério Público e Polícia Militar é fundamental numa ação como essa para que os agentes continuem fazendo o trabalho de combate a um dos maiores inimigos da população, responsável pela transmissão de arboviroses, as mesmas que levaram o município a decretar situação de emergência no ano passado.

Share Button

Itabuna receberá 17 academias ao ar livre

Um projeto que pretende transformar o centro e vários bairros de Itabuna por meio da implantação de 17 academias ao ar livre dará um novo visual ao município. A medida atende uma determinação do prefeito Fernando Gomes, que será executada via Secretaria de Administração e Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), com recursos próprios e por meio de parcerias.

De acordo com o secretário Dinailson OIiveira, os espaços que abrigarão as academias serão definidos por técnicos do governo municipal, que ainda receberão sugestões de lideranças comunitárias. “As duas primeiras academias serão inauguradas durante as comemorações do aniversário de Itabuna – 28 de julho -, e serão instaladas na Avenida Firmino Alves e na Praça Pastor Hélio Lourenço, no Góes Calmon”, anuncia.

Share Button

Justiça autoriza agentes a entrarem em imóveis fechados para combater o Aedes aegypti em Itabuna

A Justiça autorizou a Prefeitura de Itabuna, por meio dos agentes de combate às endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a entrar em imóveis fechados e desabitados para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika vírus. O pedido de autorização foi encaminhado pela SMS ao Ministério Público Estadual e assinado pelo juiz de Direito, Ulisses Maynard Salgado.

Com isso, os agentes de combate às endemias credenciados poderão entrar em casas desabitadas, ou não, lotes, áreas cercadas e não habitadas ou em obras inacabadas. O alvará judicial também autoriza romper obstáculos, se for necessário, para o caso de alguns proprietários negarem o acesso dos agentes ao interior do imóvel para combater o mosquito.

Share Button

Saúde promove semana de Conscientização da Anemia Falciforme em Itabuna

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove essa semana em Itabuna, a 2ª Semana Municipal de Conscientização da Anemia Falciforme. A programação foi aberta na manhã desta quinta-feira (1º) no centro de Referência em Doença Falciforme Dra. Maria Conceição Benigno (Cerdofi), na Rua Miguel Calmon, centro, com palestras ministradas pela equipe multidisciplinar da SMS, seguida de exibição de vídeos informativos sobre a anemia falciforme.

Dia 2, a programação será realizada na Praça Olinto Leone, a partir das 08h30min, com prestação de serviços gratuitos ao público, a exemplo de aferição de pressão arterial, teste rápido de hepatite e exercícios específicos, além de conscientização sobre o que é e como tratar a doença. Haverá ainda distribuição e panfletagem de folders e livros sobre o tema.

Já entre os dias 5 e 7 (segunda, terça e quarta-feira), a programação voltará a ser realizada no Cerdofi, a partir das 08h30min. No local, haverá acolhimento aos pacientes pela equipe multidisciplinar, seguida de consulta e palestras.

Share Button

Programa Vida Saudável será lançado durante aniversário do Conselho do Idoso

Para marcar as comemorações pela passagem dos 18 anos do Conselho Municipal do Idoso, será realizado no próximo dia 23 um café da manhã, que reunirá idosos e autoridades do município. O evento será no Clube dos Comerciários, no bairro Conceição, e faz parte da programação o lançamento do Programa “Vida Saudável – é tempo de viver melhor”, que será realizado através de uma parceria entre a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), por meio do Departamento de Esportes, e a Secretaria Municipal de Assistência Social.

De acordo com a coordenadora do Programa Vida Saudável, Dinamar Guimarães, a meta é atender 400 pessoas, sendo 300 idosos, e 100 pessoas com deficiência (física, mental, sensorial ou múltipla) que são assistidas no Abrigo São Francisco de Assis e na Fundação Baldoíno Lopes de Azevedo. “Nosso objetivo é promover oficinas esportivas, físicas, lutas, atividades culturais e artísticas, danças, jogos populares e cognitivos, brinquedotecas, entre outros que possibilitem o bem-estar biopsicossocial dos participantes”, informou Dinamar.

Entre as Atividades Físicas estão alongamento, ginástica, natação, yoga, pilates e shiatsu. Na área Esportiva estão incluídos voleibol, handebol, basquete, futebol, tênis de mesa, câmbio e skate. Na categoria Lutas, os participantes poderão fazer aulas de karatê, judô e taekwondo. E nas Atividades Culturais e Artísticas estão apresentações de música, teatro, artesanato, filmes e sala de leitura.

“Também teremos aulas de danças regionais, contemporânea, clássica e ginástica coreografada, além de capoeira e suas adaptações e atividades folclóricas”, completou a coordenadora do Programa Vida Saudável. Para o presidente da FICC, Daniel Leão, estes eventos “favorecem o diálogo entre as experiências vividas e fortalecem os laços de cooperação, de solidariedade e favorecem o estímulo do convívio entre gerações”.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Sandra Neilma, lembra que não teria data melhor para lançar o Programa Vida Saudável, “do que durante as comemorações pelo aniversário do Conselho Municipal do Idoso. Teremos um grande número de pessoas durante o evento e o nosso programa, consequentemente, terá um grande alcance do público-alvo”.

Share Button

Governo declara fim de emergência nacional pelo vírus Zika

dengue

O Ministério da Saúde declarou hoje (11) o fim da emergência nacional decretada em novembro de 2015 devido ao vírus Zika e sua associação com microcefalia e consequências neurológicas. Segundo a Pasta, o Brasil não preenche mais os requisitos exigidos para manter o estado de emergência, segundo os critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ou seja, os casos não são mais incomuns ou inesperados.

“Já há conhecimento científico suficiente”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Adeilson Loureiro. “A própria mobilização do ponto de vista de pesquisa, de insumos e de recursos foi suficiente. Os estudos continuam, e vamos prosseguir na rotina de combate às arboviroses”, afirmou.

A decisão ocorre 18 meses depois da decretação de emergência, segundo o ministério, em um momento de queda nos casos de Zika e microcefalia em todo o país. Até 15 de abril deste ano, foram registrados 7.911 casos de Zika, uma redução de 95,3% em relação à 2016, quando ocorreram 170.535 notificações.

Segundo o ministério, os dados de microcefalia têm apresentado redução importante no número de casos novos notificados a cada semana, desde maio de 2016. Os casos novos mensais têm se mantido em 2%, desde janeiro deste ano; no pico dos casos de microcefalia, em dezembro de 2015, foi registrado aumento de 135% nas notificações.

“Do ponto de vista prático, não tem nenhuma mudança na assistência, na vigilância ou no diagnóstico”, disse Loureiro, reforçando que a retirada da emergência não enfraquece as políticas públicas que foram implantadas no período.

Share Button

Protocolo define parceria e ações para o novo curso de medicina em Itabuna

Ao participar da assinatura do Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde para a implantação do curso de medicina das Faculdades Santo Agostinho, o diretor daquela instituição de ensino superior, Mércio Coelho Antunes, falou do orgulho de fazer parte da história de Itabuna. Ele também elogiou o prefeito Fernando Gomes, “uma pessoa objetiva, que diz o que pensa com franqueza e acreditou no nosso projeto educacional e na nossa proposta de trabalho”.

Ele explica que o protocolo é uma exigência do governo federal e estabelece as ações das Faculdades Santo Agostinho, como a definição de prazos para o projeto e estabelecendo um total de 10% de bolsas integrais para o curso de medicina. O protocolo também não estabelece nenhum ônus para o governo municipal, que participa da parceria no acompanhamento do processo e criando facilidades de infraestrutura para a implantação do curso numa cidade polo da região.

Ao lembrar Raul Seixas para quem “um sonho que sonhamos juntos é realidade”, Mércio Coelho Antunes, que veio a Itabuna em companhia de Eunápio Augusto Almeida Ferreira, também integrante da diretoria das Faculdades Santo Agostinho, “o nosso projeto está acima da educação e passa pela atuação em conjunto com os órgãos representativos do governo e com o povo na difusão e aplicação do conhecimento”.

Share Button

Implantação de novo curso de medicina amplia Projeto da Cidade Universitária

Será formalizado na próxima segunda-feira (08), juntamente com diretores da Faculdade Santo Agostinho (FASA), o protocolo para a implantação do curso de Medicina daquela instituição de ensino superior em Itabuna. O evento será às 10 horas, no auditório do Hospital de Olhos Beira Rio, e contará com a presença de representantes da Amurc, prefeitos e lideranças regionais. Na oportunidade, será anunciado também um dos projetos prioritários da atual administração, que investe na transformação de Itabuna em um polo regional de serviços na área de educação, se tornando uma cidade universitária, o que permite atrair mais universidades e cursos superiores ou de pós-graduação ampliando a geração de emprego e renda para profissionais qualificados.

A secretária de governo, Maria Alice Araújo Pereira, lembra que: “a implantação do novo curso de Medicina em Itabuna é uma prioridade para o prefeito Fernando Gomes, visando incrementar a economia do município, que é um polo regional de comércio e de serviços nas áreas de saúde e educação”. Ela lembra que na cidade funcionam cursos superiores da Universidade Federal do Sul da Bahia, da Unime e FTC, além de cursos à distância de diversas instituições. Maria Alice salienta ainda, que além do curso de Medicina, outras três graduações devem ser oferecidas pela FASA em Itabuna na primeira fase de implantação daquela unidade de ensino superior, com a expectativa de que as aulas tenham início no segundo semestre deste ano após a realização do vestibular. A secretária destaca ainda que, recentemente, o prefeito Fernando Gomes, esteve em Minas Gerais – onde a instituição tem campi em Sete Lagoas e Montes Claros.

Faculdades Santo Agostinho

Share Button

Saúde da Mulher é tema de plenária

O Conselho Municipal de Saúde de Itabuna e a Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna realizará na próxima segunda-feira (8) a I Plenária de Saúde da Mulher. O evento será realizado a partir das 8 horas, no auditório da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) e será uma das fases preparatória à 2ª Conferência Nacional de Saúde da Mulher, prevista para acontecer no segundo semestre de 2017, que terá como tema: “Saúde das Mulheres: Desafios Para Integralidade com Equidade”. Na oportunidade da próxima segunda, os participantes poderão discutir propostas quanto a políticas públicas para mulheres, bem como elegerão os delegados que representarão usuários, trabalhadores, gestores e prestadores do SUS para participar da etapa estadual que antecede a conferência nacional. A Plenária contará ainda com a palestra “Políticas Públicas para as Mulheres e a participação social”, ministrada pela Enfermeira Tatiane Luz.

Share Button

Estudantes de Enfermagem organizam campanha para Hospital de Base

Sensibilizados com as carências enfrentadas pelos pacientes do Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães (Hblem), alunos do 10º Semestre do curso de Enfermagem da Unime estão promovendo uma campanha com o objetivo de arrecadar fundos para a compra de fraldas geriátricas para os pacientes do Hblem. Os estudantes são estagiários do referido hospital e já estão na fase de captação de patrocinadores para o evento. A meta é realizar um Chá de Tortas Beneficente, no próximo dia 13 de Maio, na Praça Camacã, das 09 às 14 horas. A professora Talita Levi, coordenadora do curso de Enfermagem da Unime, tem apoiado firmemente a iniciativa dos estudantes. A estudante Maria do Carmo de Matos ressalta a importância do envolvimento da sociedade na campanha. “É nosso dever colaborar com pessoas que estão debilitadas, e ainda mais precisando de itens para uso e higiene pessoal”, comentou.

Share Button

Os 10 alimentos mais saudáveis do mundo

Ter uma alimentação saudável reflete tanto no bom funcionamento do organismo como também na beleza de cabelos, unhas e pele. Por isso, selecionar bem o que entra no cardápio é fundamental para trazer saúde ao corpo. Segundo pesquisadores, existem certos alimentos considerados extremamente saudáveis e incluí-los ao dia a dia pode ser a saída certa para quem quer ter mais qualidade de vida.

1- Linhaça: A semente da linhaça triturada é rica em ômega 3 e traz enormes benefícios ao corpo humano. “Diversos estudos têm mostrado efeito cardioprotetor da farinha de linhaça, por ser rica em ômega-3, promovendo o aumento do HDL (bom colesterol) e a redução do LDL e triglicérides”, explica Leila Froeder, nutricionista da Clinica Vivid.

2- Morango: Possuem grande quantidade de flavonóides, antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce das células. “Evita também o aparecimento de câncer e a oxidação do LDL (colesterol considerado ruim quando em excesso) que pode gerar a ‘placa de ateroma’ ou aterosclerose nas artérias, que causam o infarto e o derrame cerebral”, diz Leila.

Share Button

Secretaria de Saúde iniciou vacinação contra gripe em Itabuna

A imunização contra a Influenza A (gripe H1N1), começou esta semana em Itabuna, conforme cronograma elaborado pela Rede de Frios da Secretaria Municipal de Saúde. A vacinação acontece nos postos das Unidades Básicas de Saùde e de Saúde da Família e antecede a Campanha Nacional de Vacinação 2017, programada pelo Ministério da Saúde para o dia 13 de maio.

A coordenadora da Rede de Frios, Camila Brito, informou que a cada semana um grupo prioritário deverá receber a dose da vacina, numa estratégia que visa atingir todos os públicos-alvos, facilitar o trabalho das equipes e ao mesmo evitar filas. A coordenadora lembra que devem receber a vacina idosos, gestantes, pessoas com comorbidades , crianças com idade entre seis meses e menores de cinco anos e portadores de doenças crônicas tais como diabetes.  Já no Dia D (13 de maio) devem ser imunizados todos os públicos.

A secretária de Saúde de Itabuna, Lísias São Mateus, reforça a importância da vacina contra a gripe, por ser considerada uma doença que pode levar a complicações mais sérias, como a pneumonia, por exemplo. Disse também  que a proposta da imunização por parte do Ministério da Saúde é evitar ou diminuir o número de internações e até de mortes causadas por infecções. Sobre o cronograma elaborado pela Rede de Frios, ela espera que o município alcance uma cobertura de pelo menos, 90% da população-alvo, como orienta o Ministério da Saúde.

Lísias lembra ainda que a vacinação é gratuita e está disponível em todas as Unidades Básicas (UBS) e de Saúde da Família (USF) em horário normal de atendimento. “A saúde pública tem sido uma preocupação muito grande do prefeito Fernando Gomes, e ele não tem medido esforços para dotar o município de uma saúde de qualidade e que atenda a todos indistintamente”, frisou a secretária.

Share Button

Hospital de Base implanta novo procedimento para tratamento de varizes

As varizes, doença crônica que afeta cerca de 70% da população brasileira, traz vários sintomas como pernas cansadas, sensação de peso, dores e queimação. Quando se fala em cirurgia para o tratamento das varizes, muitas pessoas acreditam que se trata apenas de uma questão estética quando, na verdade, causam dor, inchaço e cãibras. Mas uma nova técnica acaba com este problema, além de ser um procedimento indolor.

A escleroterapia é uma técnica de combate às varizes, um tratamento com espuma ecoguiada. É injetado nas veias um líquido que parece uma espuma, que vai sendo guiada através de um monitor. A escleroterapia química é um processo ambulatorial, ou seja, é feita no consultório médico, dura de 05 a 20 minutos, dependendo do caso do paciente, e não necessita de anestesia e nem de repouso, um enorme benefício para o portador de varizes. Há benefícios também para o município, em economia com internamento, anestesia, gastos de uma cirurgia tradicional.

De acordo com o angiologista Itamar Britto Oliveira, atualmente a cidade de Itabuna é o único município da Bahia que realiza esse procedimento bancado totalmente pelo SUS. O município arca com todo o custo, pois este procedimento ainda não tem uma AIH – Autorização de Internação Hospitalar registrada pelo Ministério da Saúde. Há um projeto tramitando no congresso para que a AIH seja reconhecida e passe a emitir verbas para os municípios. Ainda segundo Itamar, são feitas cerca de 60 escleroterapias mensais no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães.

Share Button

“Saúde de Itabuna teve alguns avanços, mas há um longo caminho a percorrer”, afirma secretária

A revitalização da Atenção Básica em caráter de emergência, a partir da ação de limpeza e reforma de algumas das principais Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Saúde da Familia (USFs), que visa à melhoria do atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde e ao mesmo tempo melhores condições de trabalho para os servidores do setor, foi e tem sido uma das principais preocupações da secretária de Saúde de Itabuna, Lísias São Mateus, ao assumir a gestão da saúde municipal no final do mês passado.

“Nós temos que fazer a saúde primária funcionar, mesmo com os poucos recursos que dispomos para o setor. O que não podemos é deixar dona Maria, Seu João ou Seu Antônio lá do bairro onde eles moram, precisando de um médico e sem ter para onde recorrer”, argumentou Lísias, que também lamentou a situação de abandono em que se encontram as unidades da Atenção Básica.

Num breve balanço das ações realizadas nesses poucos dias à frente da pasta, Lísias destacou alguns avanços, como a abertura de processo de licitação para compra de móveis e equipamentos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas), do bairro Monte Cristo, para a Oficina Ortopédica e o Centro Especializado de Reabilitação (CER), ambos no São Caetano, que tiveram suas obras retomadas.

Ela destaca também a abertura do processo licitatório para compra de equipamentos e material permanente para os centros de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento (Cerpat), o Especializado de Prevenção ao Câncer (Cepron), para a Policlínica 2 de Julho e para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM). Entre os aparelhos do hospital está um de ultrassonografia, conforme anunciou a secretária.

Autonomia de trabalho

Share Button

Coordenadores e diretores da Saúde destacam importância do Prosi/Hiperdia em Itabuna

A busca pela união e uma participação mais efetiva dos profissionais da saúde pública em Itabuna, visando o fortalecimento da rede de cuidado aos portadores de diabetes, hipertensão e pacientes idosos assistidos pelo município, levou as coordenações dos programas Prosi/Hiperdia a se reunirem num encontro considerado muito proveitoso pelos organizadores.

O evento durante todo o dia, aconteceu no auditório da Asdita, anexo à Unidade Básica de Saúde Izolina Guimarães, no Zildolândia com a participação dos médicos e enfermeiros dos quatro módulos, as diretorias da Atenção Básica e da Média e Alta Complexidade e do Núcleo de Educação Permanente (NEP)  e serviu para destacar a importância do Centro de Referência à Saúde do Idoso, do portador de hipertensão e diabetes (Prosi/Hiperdia)  na rotina de cada paciente, e mostrar  também como funciona cada programa.

“Estamos em fase de construção do Protocolo do Hiperdia em Itabuna e é fundamental a participação de todos no processo para garantir uma ampla e melhor assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde”, frisou a coordenadora do Hiperdia, Poliana Del Pomo Góis.

Ela informou que o município conta com mais de 2.100 pacientes cadastrados, (sendo 1500 no Programas Hiperdia e 600 no Prosi), atendidos regularmente por uma equipe multidisciplinar formada por assistente social, cardiologista, endocrinologista, farmacêutico, fisioterapêutico, nutricionista, psicólogo, enfermeiros e técnicos.

Perfil do paciente

Poliana aproveitou para falar sobre os benefícios do Hiperdia, que inclusive distribui medicamentos gratuitos aos cadastrados.  “Além disso, o programa executado em nível municipal permite conhecer o perfil epidemiológico da hipertensão arterial e do diabetes mellitus na população de Itabuna”.

Já a coordenadora do Centro de Referência Municipal de Atenção a Saúde do Idoso (Prosi), Larissa Morgana Carvalho, falou sobre o programa que atende pacientes com doença de parkinson, alzheimer e osteoporose, com serviço especializado na saúde do idoso. “O programa tem a missão de atender o paciente que necessita de atenção na área de geriatria por uma equipe interdisciplinar, visando garantir a manutenção e recuperação da sua saúde física, mental e funcional, mantendo-o socialmente ativo e dentro do contexto familiar”.

Os programas funcionam na sede da Asdita, anexa à UBS Izolina Guimarães, no Zildolândia e o atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7:30 às 16:30horas.

Share Button

Confirmada dose única para vacinação contra febre amarela

Atendendo determinação do Ministério da Saúde, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) passa a indicar dose única para a vacinação contra a febre amarela nas áreas com recomendação de vacinação na Bahia, a partir de abril.  A recomendação do Ministério da Saúde atende à orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A partir de agora, a dose de reforço não é mais recomendada, por se considerar que a imunidade protetora se desenvolve dentro de 30 dias para 99% das pessoas que recebem apenas uma dose da vacina contra a febre amarela. A população alvo a ser vacinada são as crianças de 9 meses até as pessoas com 59 anos, tendo como meta a ser atingida 95% nas áreas de recomendação vacinal e também nas temporárias.

A recomendação para pessoas acima de 60 anos é de que apenas se vacinem se residirem ou forem se deslocar para áreas com transmissão ativa da febre amarela. É necessário que o serviço de saúde faça uma avaliação, perguntando se a pessoa não se enquadra nas contraindicações. Pessoas que fazem tratamentos médicos e estão com a imunidade baixa não podem receber a vacina, por ser de vírus vivo.

Foto: Carol Garcia/GOVBA
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Share Button